RSS

Roda de bar!!

O Incrível é ver o pessoal em uma roda de bar... E não, isso não é algo feito apenas por pessoas que enchem a cara até passar mal.

Em uma roda de bar há conversa entre os amigos!! Fala-se de música com certa maestria... Musica boa e música ruim, ás vezes os amigos até se empolgam um pouco e começam a cantar do nada, músicas que marcaram nossas vidas como: "Toda vez que eu chego em casa a barata da vizinha tá na minha cama", ou "Mina... Seus cabel é da hora, seu corpão violão..."!! E com isso, varios risos e muita alegria é o resultado que se tem da roda de bar.

Mas nem só de música vive o homem, e nem só alegrias exitem no mundo, ai então a roda de bar vem para afogar as mágoas... Em uma boa bebida como Red Label ou Absinto?? Talvez... Mas pode ser com leite [neh Nessa?? Concorda Bruna??] ou refrigerante [neh Luh??]... O mais importante é afogar as mágoas com os amigos, e eles são tão especiais que não precisam fazer ou dizer absolutamente nada!! Apenas a presença do pessoal ao seu lado e o olhar de "estou contigo", é o suficiente para amenizar a dor, seja pelo motivo que for!!

A roda de bar é para revermos aqueles que a tempos não aparecem. É para contarmos tudo o que que ocorreu durante o tempo em que se passou e todos os detalhes sobre aquele cara que teve A pegada ou para reclamar do namorado que não a possui com tanta intensidade.
É para dizer "Adoro minha vida de solteira (o)" ou "Quero alguém do meu lado".
É o momento ideal para se discutir sobre um ato que não gostamos e ouvirmos sobre o que não gostaram.
Numa roda de bar, há tanto o que fazer e aproveitar...

É por tudo isso que é incrível ver as pessoas em uma roda de bar...

E também por isso que esse nome é o que descreve esse Blog

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Marcelo "Xaion" disse...

"E também por isso que esse nome é o que descreve esse Blog"...
.
o outro motivo é que vc bebe.
^^
Qualquer coisa é só chamar filhota! Papai te ama!

Bruna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário